A Gestão financeira e o Gerenciamento de Obras!

A gestão ou gerenciamento de atividades de uma obra não precisa ser uma tarefa complexa, demorada e confusa. Hoje vamos focar na questão do gerenciamento de obras ou gestão de obras com foco no financeiro, custo operacional e lucratividade. Alguns pontos a serem observados na execução de obras, são os prazos de entrega e também os materiais necessários para execução da mesma, não esquecendo de analisar em tempo real o custo e lucratividade da obra.

A compra errada de materiais ou falta de gestão de prazos de entrega tem impacto direto na produtividade e lucratividade, por isso um dos primeiros itens a serem observados ao iniciar a execução de uma obra um controle dos materiais necessários e utilizados na obra. Gerenciar uma obra significa saber quais são os materiais que serão necessários, poder comprar e comparar os valores e decisões sobre determinada obra são imporatantes. A lucratividade de uma obra, inicia-se na compra de materiais e termina na correta alocação dos mesmo a obra, e é necessário que o gestor possa, a qualquer momento e em tempo hábil, comparar o valor de orçamento com valor realizado, adicionar e alocar mais recursos ao mesmo tempo que verifica o custo da obra e lucratividade através de um painel de indicadores ou gestão. Assim, caso seja detectado algum desvio significativo, pode-se tomar alguma ação corretiva a fim de garantir um melhor resultado com lucratividade.

O ideal é que o gestor da obra possa visualizar o fluxo financeiro da obra, desta forma a alocação de recursos torna-se previsível e de mais fácil gerenciamento de qualquer local, inclusive trabalhando em campo, isso permite uma maior flexibilidade na gestão. Essas são algumas dicas para garantir o resultado, fazer a gestão financeira de uma obra ou o gerenciamento financeiro de uma obra, um bom planejamento principalmente na compra de materiais e um acompanhamento contínuo da execução da obra na questão de custos.

Destacamos alguns problemas comuns que são resolvidos com um Sistema de Gestão, como exemplo o ERP GreenApp:
- Materiais e mão de obra determinando em tempo de execução o custo e lucratividade;
- Alocar ferramentas e controlar materiais que devem retornar;
- Controlar fluxo financeiro da obra;
- Controlar e gerenciar as compras de materiais;
- Gerenciar a documentação e comunicação das decisões das obras;
- Gestão da Obra em campo, alocação/check-in e vistorias;

Se você tem algum desses desafios, talvez chegou a hora de contratar um sistema capaz de lidar com essa diversidade de controles, converse com o nosso time para saber mais sobre as soluções que a GreenApp entrega aos seus clientes, e tenha a flexibilidade que o GreenApp pode proporcionar!


Texto elaborado pelo Eng. Tales Igor Ebert.
Tales é Engenheiro de Software, Engenheiro da Computação, especializado em segurança da informação, DPO na GreenApp® e membro Agência Nacional de Proteção de Dados do Brasil.